Indicadores de risco nutricional associados à localização do câncer em pacientes submetidos à quimioterapia.

  • Joana Zanotti Centro Universitário da Serra Gaúcha - FSG
  • Eduarda Camargo Finger Centro Universitário da Serra Gaúcha - FSG
  • Ana Lúcia Hoefel Centro Universitário da Serra Gaúcha - FSG
Palavras-chave: Estado nutricional. Neoplasias. Desnutrição. Oncologia. Avaliação Nutricional.

Resumo

Objetivo: Descrever os indicadores de risco nutricional associados à localização do câncer em pacientes submetidos à quimioterapia. Métodos: Estudo epidemiológico observacional, com delineamento transversal, no qual foram investigadas as avaliações subjetivas globais produzidas pelo próprio paciente (ASG-PPP) realizadas por acadêmicos do curso de nutrição, no período de 2016 a 2017, em um ambulatório de um Hospital Escola de Caxias do Sul/RS. Resultados: Foram analisados ao final do estudo 210 avaliações de pacientes. Identificou-se 51,0% da amostra do sexo masculino. O diagnóstico oncológico predominante foi o câncer hematológico 31,0% (n=65). Em relação à classificação da ASG, 76,7% (n=161) foram classificados como bem nutridos, 16,7% (n=35) tinham desnutrição moderada e 6,7 (n=14) apresentaram desnutrição grave. O sintoma mais prevalente foi a náusea, observado nos cânceres de mama 40,0% (n=18), do trato gastrointestinal 45,8% (n=11), pulmonar 44,4% (n=8) e de cabeça e pescoço 41,7% (n=5). Quando avaliado o percentual de perda de peso em 6 meses, somente 21,9% (n=46) da amostra não apresentaram perda de peso. Conclusão: Apesar da alta prevalência de indivíduos com estado nutricional adequado pelo IMC observado neste estudo, grande parte dos pacientes apresentou algum grau de desnutrição pela ASG-PPP, além de sintomas como náuseas e xerostomia. Além disso, mesmo que a maioria dos indivíduos não tenha demonstrado alteração de consumo alimentar, deve-se considerar que uma grande parte tenha apresentado perda de peso significativa, em todos os tipode de câncer avaliados, o que pode piorar o prognóstico do paciente.
Objective: To describe the nutritional risk indicators associated with the localization of cancer in patients undergoing chemotherapy. Methods: Observational epidemiological study, with a cross - sectional design, in which global subjective assessments (ASG) were carried out by nutrition students from 2016 to 2017 in an outpatient clinic of a School Hospital of Caxias do Sul, RS. Results: At the end of the study, 210 patient evaluations were analyzed. It was identified that 51.0% of the sample was male. The predominant oncological diagnosis was hematologic cancer 31.0% (n = 65). Regarding ASG classification, 76.7% (n = 161) were classified as well nourished, 16.7% (n = 35) had moderate malnutrition and 6.7 (n = 14) presented severe malnutrition. The most prevalent symptom was nausea, observed in breast 40.0% (n = 18), gastrointestinal (45.8%) (n = 11), lung (44.4%) and head neck 41.7% (n = 5) cancer. When the percentage of weight loss in six months was evaluated, almost 21.9% (n = 46) presented no weight loss. Conclusion: Despite the high prevalence of individuals with adequate nutritional status by the BMI observed in this study, most patients presented some degree of malnutrition by ASG-PPP, in addition to symptoms such as náusea and xerostomia. In addition, even thogh most individuals did not show altered food intake, a large proportion of them had significant weight loss in all types of câncer evaluated, which could worsen the patients prognosis.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Joana Zanotti, Centro Universitário da Serra Gaúcha - FSG
Mestra em Ciências Médicas, docente do curso de nutrição do Centro Universitário FSG.
Eduarda Camargo Finger, Centro Universitário da Serra Gaúcha - FSG
Acadêmica do curso de nutrição, Centro Universitário FSG.
Ana Lúcia Hoefel, Centro Universitário da Serra Gaúcha - FSG
Doutora, docente do curso de nutrição do Centro Universitário FSG.

Referências

Incidência de câncer no Brasil em 2018 no Brasil. Rio de Janeiro: INCA – Instituto Nacional do Câncer. Disponível em: http://www.inca.gov.br/estimativa/2018/introducao.asp.

Fidelix MSP, Santana AFF, Gomes JR. Prevalência de desnutrição hospitalar em idosos. RASBRAN. 2013; 5(1): 60-68.

Cunha MJ, Ruivo E, Ferro G. Avaliação do Risco de Desnutrição pelo Método de Rastreio MUST no Hospital de Santa Luzia. Revista Nutrícias. 2012, 12: 8-11.

Saka B, Ozturk GB, Uzun S, Erten N, Genc S, Karan MA, Tascioglu C, Kaysi A. Risco nutricional em pacientes hospitalizados: impacto da albumina no acompanhamento do estado nutricional. Rev. Nutr. 2011;24 (1):89-98.

Castellanos AS, Célix MS, Galarreta JÁ, Valledor AR, Torre A. Efectos adversos metabólicos y nutrionales asociados a la terapia biológica del câncer. Nutr Hosp. 2014;29(2):259-68.

Rodrigues FSS, Polidori MM. Enfrentamento e Resiliência de Pacientes em Tratamento Quimioterápico e seus Familiares. Rev Bras Cancerol. 2012; 58(4):619-627.

Menezes JR, Luvisaro BMO, Rodrigues CF, Muzi CD, Guimarães RM. Confiabilidade teste-reteste da versão Brasileira do instrumento Memorial Symptom Assessment Scale para avaliação de sintomas em pacientes oncológicos. Einstein. 2017; 15(2): 148-154.

Vale IAV, Bergmann RB, Duval PA, Pastore CA, Borges LR, Abib RT. Avaliação e Indicação Nutricional em Pacientes Oncológicos no Início do Tratamento Quimioterápico. Revista Brasileira de Cancerologia. 2015; 61(4): 367-372.

Ferreira D, Guimarães TG, Marcadenti A. Aceitação de dietas hospitalares e estado nutricional entre pacientes com câncer. Einstein. 2013; 11(1): 41-46.

Gonzalez MC, Borges LB, Silveira DH, Assunção MC, Orlandi SP. Validação da versão em português da avaliação subjetiva global produzida pelo paciente. Rev Bras Nutr Clin. 2010;25(2):102-8.

Ministerio da Saúde (MS), Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (INCA). Consenso Nacional de Nutriçao Oncológica. Rio de Janeiro/INCA. 2nd ed. 2015. rev., ampl: 182 p https://www.sbno.com.br/UploadsDoc/ consensonacional-de-nutricao-oncologica-2-edicao_2015_completo.pdf.

Jager-Wittenaar, H; Ottery, FD. Assessing nutritional status in cancer: role of the Patient-Generated Subjective Global Assessment. Current opinion in clinical nutrition and metabolic care. 2017; 20(5): 322-329.

Peixoto MI, Dourado FK, Andrade MIS, Silva TO, França AKS, Almeida HRM, Vasconcelos AA, Melo LS. Comparison between diferente nutritional screnning tools in cancer outpatients. Nutr.clín.diet.hosp.2017;37(3):35-43.

Abbott J, Teleni L, McKavanagh D, Watson J, McCarthy A, & Isenring E. A novel, automated nutrition screening system as a predictor of nutritional risk in an oncology day treatment unit (ODTU). Supportive Care in Cancer, 2014; 22(8), 2107-2112.

Fragas RFM, Oliveira MC. Risk factors associated with malnutrition in hospitalized patients. Rev. Nutr. Campinas. 2016; 29(3): 329-336.

Kim HS, Lee JY, Lim SH, et al. Patient-Generated Subjective Global Assessment as a prognosis tool in patients with multiple myeloma. Nutrition 2017; 36:67–71.

Souza RS, Simão DAS, Lima EDRP. Perfil sociodemográfico e clínico de paciente atendidos em um serviço ambulatorial de quimioterapia paliativa em Belo Horizonte. Rev. Min. Enferm. 2012; 16(1): 38-47.

Andrade V, Sawada NO, Barichello E. Qualidade de vida de pacientes com câncer hematológico em tratamento quimioterápico. Rev Esc Enferm USP 2013; 47(2):355-61.

Amézaga J, Alfaro B, Ríos Y, Larraio A. Ugartemendia G, Urruticoechea A, Tueros I. Assessing taste and smell alterations in cancer patients undergoing chemotherapy according to treatment. Supportive Care in Cancer 2018; 26(12):4077-86.

Cunha TRS, Santos PAS, Cabral EK, Soares BLM, Maio R, Burgos GPA. Triagem nutricional pelo Malnutrition Universal Screening Tool (MUST) no paciente oncológico em quimioterapia. BRASPEN J 2016; 31 (4): 329-34.

Tartari RF, Busnello FM, Nunes CHA. Perfil Nutricional de Pacientes em Tratamento Quimioterápico em um Ambulatório Especializado em Quimioterapia. Revista Brasileira de Cancerologia 2010; 56(1): 43-50.

Brito LF, Silva LS, Fernandes DD, Pires RA, Nogueira ADR, Souza CL, Cardoso LGV. Perfil Nutricional de Pacientes com Câncer Assistidos pela Casa de Acolhimento ao Paciente Oncológico do Sudoeste da Bahia. Revista Brasileira de Cancerologia 2012; 58(2): 163-171.

Cagol F, Pretto ADB, Colling C, Araújo ES, Vale IAV, Bergmann RB, Pastore CA, Moreira AN. Nutritional status by Patient-Generated Subjective Global Assessment. Nutr. clín. diet. hosp. 2016; 36(4):13-19.

Illa P, Tomiskova M, Skrickova J. Nutritional Risk Screening Predicts Tumor Response in Lung Cancer Patients. Journal of the American College of Nutrition. 2015; 34(5), 425-429.

Warken AP, Bosco SMD, Adami FS. Assessment of the Dietary Consumption and Nutritional Status of women with breast cancer undergoing chemotherapy. Nutr. clín. diet. hosp. 2016; 36(4):96-105.

Cordeiro ALC, Fortes RC. Estado nutricional e necessidade de intervenção nutricional em mulheres com câncer de mama em tratamento quimioterápico. Arq. Catarin Med. 2015 out-dez; 44(4): 96-108.

Leite LO, Souza CO, Sacramento JM. Risco nutricional pelo método Nutritional Risk Screening - 2002 de pacientes no pré-operatório em um hospital geral público da cidade de Salvador-BA. BRASPEN J 2016;31(4):311-5

Pelissaro E, Damo CC, Alves ALS, Calcing A, Kumpel DA. Avaliação do estado nutricional em pacientes idosos oncológicos internados em um hospital de alta complexidade do Norte do Rio Grande do Sul. Sci Med. 2016;26(2):ID22972.

Fruchtenicht AVG, 1; Poziomyck AK, Reis AM, Galia CR, Kabke GB, Moreira LF. Estado inflamatório e nutricional em pacientes submetidos à ressecção cirúrgica de tumores do trato gastrointestinal. Rev Col Bras Cir. 2018; 45(2):e1614.

Lima KDS, Luz MCL, Araújo AO, Lima KDS, Burgos MGPA, Arruda IKG, Maio R. Caquexia e pré-caquexia em pacientes com câncer do trato gastrointestinal. Nutr. clín. diet. hosp. 2017; 37(4):101-107.

Publicado
2020-03-17
Como Citar
Zanotti, J., Finger, E. C., & Hoefel, A. L. (2020). Indicadores de risco nutricional associados à localização do câncer em pacientes submetidos à quimioterapia. Revista Da Associação Brasileira De Nutrição - RASBRAN, 10(2), 18-25. Recuperado de https://rasbran.com.br/rasbran/article/view/1104
Seção
Artigos Originais