Obesidade e fatores de risco associados em alunos de medicina de uma faculdade privada de Vitória -ES

Carmen Dolores Gonçalves Brandão, Fátima Gislaine Cartaxo da Cunha

Resumo


Objetivo: Avaliar o estado nutricional dos estudantes de medicina de uma faculdade particular de Vitória-ES. Métodos: Estudo de corte transversal para avaliar 219 alunos, de ambos os sexos, de 18 a 27 anos. Aplicou-se um questionário padronizado e foram realizados exames clínicos e laboratoriais. Dados foram submetidos à análise estatística descritiva e ao teste qui-quadrado. Resultados: Observou- se um bom estado nutricional dos alunos, com consumo diário de alimentos protetores para doenças cardiovasculares, e baixo consumo de alimentos de risco para essas doenças. Foram encontrados: obesidade, 1,4%; sobrepeso, 16,4%; peso saudável, 74,4%; baixo peso, 7,8%; 53,4% praticam atividade física; 46,6 % sedentários e uma baixa frequência de dislipidemias. Conclusões: A importância do envolvimento das faculdades em orientar futuros médicos e enfatizar a necessidade de uma alimentação saudável e incentivar os bons hábitos de vida

Palavras-chave


Obesidade, Alimentação, Sedentarismo, Jovens; OBESIDADE; ADULTO JOVEM; ESTADO NUTRICIONAL; ESTUDANTES DE MEDICINA; AVALIAÇÃO NUTRICIONAL; ESTILO DE VIDA SEDENTÁRIO; ESTUDOS TRANSVERSAIS

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2014 Revista da Associação Brasileira de Nutrição - RASBRAN