Consumo alimentar de idosos atendidos em unidades de saúde da família na cidade de Pelotas-RS

Caren Novack Valle Coelho, Bruna Celestino Schneider, Andréia Morales Cascaes, Alexandre Emidio Ribeiro Silva, Silvana Paiva Orlandi

Resumo


Objetivo: descrever os marcadores de consumo alimentar propostos pelo Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional (SISVAN) conforme a recomendação do Guia Alimentar do Ministério da Saúde em idosos atendidos em um programa de reabilitação da saúde bucal, conforme características sociodemográficas e estado nutricional. Método: estudo transversal realizado nos meses de abril a dezembro de 2015. A população alvo foi indivíduos com 60 anos ou mais de idade cadastrados nas onze unidades básicas de saúde de Pelotas-RS que faziam parte da Estratégia Saúde da Família. Resultados: foram avaliados 139 idosos, sendo a maioria do sexo feminino (74,1%) e com  excesso de peso (55,1%). Dos marcadores de consumo alimentar saudável, a maior prevalência de adesão à recomendação foi observada para o consumo de feijão (67,7%), e a menor para o consumo de legumes cozidos (35,3%). Os idosos pertencentes ao 2º tercil de renda foram os que mais aderiram à recomendação para o consumo de frutas (57,0%). Quanto aos marcadores de consumo alimentar não saudável, a maior prevalência de adesão foi para o consumo de batata frita (93,5%) e a menor para o consumo de bolacha salgada (47,5%). Os idosos com excesso de peso foram os que mais aderiram à recomendação para o consumo de bolacha salgada (64,9%) ede bolacha doce (55,4%). Conclusão: através deste estudo verificou-se que os idosos aderiam à recomendação do Guia Alimentar para a maioria dos marcadores de consumo alimentar saudável e não saudável do SISVAN.


Palavras-chave


Idosos; Saúde bucal; Consumo Alimentar; SAÚDE BUCAL; CONSUMO ALIMENTAR; IDOSO, VIGILÂNCIA SANITÁRIA; SERVIÇOS DE SAÚDE BUCAL; FATORES SOCIOECONÔMICOS; ESTADO NUTRICIONAL; COMPORTAMENTO ALIMENTAR; ESTUDOS TRANSVERSAIS

Texto completo:

PDF

Referências


Almeida MHM, Gonzales MEV, Medeiros SL, Almeyda VAG, Andrade J. Relações entre envelhecimento e nutrição. Rev Bras Med. 1995; 52(6): 592-600.

Andrade, Fabiola Bof de et al . The relationship between nutrient intake, dental status and family cohesion among older Brazilians. Cad. Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 27, n. 1, p. 113-122, jan. 2011. Disponível em . Acesso em 29 maio 2015. http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2011000100012.

Bailey RL, Ledikwe JH, Smiciklas Wright-H, Mitchell DC, Jensen GL. Problemas de saúde oral persistente associada com comorbidade e qualidade da dieta prejudicada em adultos mais velhos. J Am Diet Assoc. 2004; 104 (8): 1273-6. doi: 10.1016 / j.jada.2004.05.210.

Bradbury J, Thomason JM, Jepson NJ, Walls AW, Allen PF, Moynihan PJ. Nutrition counseling increases fruit and vegetable intake in the edentulous. J Dent Res 2006; 85:463-8.

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Guia alimentar para a população brasileira: promovendo a alimentação saudável / Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde, Departamento de Atenção Básica. – Brasília: Ministério da Saúde, 2008.

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Guia alimentar para a população brasileira / Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde, Departamento de Atenção Básica. – 2. ed. – Brasília: Ministério da Saúde, 2014.

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Orientações para avaliação de marcadores de consumo alimentar na atenção básica [recurso eletrônico] / Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde, Departamento de Atenção Básica. – Brasília: Ministério da Saúde, 2015. Disponível em: . Acesso em: 25 de março de 2016.

Brasil. Ministério da Saúde. Vigitel Brasil 2014 Saúde Suplementar: vigilância de fatores de risco e proteção para doenças crônicas por inquérito telefônico / Ministério da Saúde, Agência Nacional de Saúde Suplementar. – Brasília: Ministério da Saúde, 2015.

Camarano AM. Envelhecimento da população brasileira: uma contribuição demográfica. In: Freitas EV, Py L, Cançado FAX, Gorzoni ML. Tratado de geriatria e gerontologia. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan; 2006. p. 58-71.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, IBGE; 2002. Disponível em: http:// www.ibge.gov/.

Jorgensen EB. Nutrição e saúde oral. Melhor Pract Res Clin Gastroenterol. 2001; 15: 885-96.

Liedberg B, Stoltze K, Norlén P, Owall B. Inadequate dietary habits and mastication in elderly men. Gerodontology 2007; 24:41-6.

Lipschitz, DA. Screening for nutritional status in the elderly. Vol. 21, n.1, 1994.

Lima LHMA, Soares MSM, Passos IA, Rocha APV, Feitosa SC, Lima MG. Oral self-perception and food selection by elderly complete denture wearers. Rev Odontol UNESP. 2007; 36(2): 131-36.

Machado, Jacqueline de Sousa; Souza, Vanessa Vicente de; Silva, Shirlei de Oliveira; Frank, Andréa Abdala; Soares, Eliane Abreu. Atenção primária à saúde: perfil nutricional e funcional de idosos. O Mundo da Saúde São Paulo: 2007: jul/set 31(3):403-410.

Marcenes W, Steele JG, Sheiham A, Walls AWG. The relationship between dental status, food selection, nutrient intake, nutritional status, and body mass index in older people. Cad Saúde Pública 2003; 19:809-16.

Marchi R. J, Hugo F. N, Padilha D. M. P, Hilgert J. B, Machado D. B, Durgante P. C, Antunes M. T. Edentulism, use of dentures and consumption of fruit and vegetables in south Brazilian community-dwelling elderly. Journal of Oral Rehabilitation 2011 38; 533–540.

Ministério da Saúde. Brasília – DF. SISVAN WEB. Disponível em: . Acesso em 25 de março de 2016.

Passanha A. et al. Caracterização do consumo de leite em idosos. Rev Bras Cresc e Desenv Hum 2011; 21(2): 319-326.

Rezende TO, Montenegro FLB. A saúde bucal como fator fundamental à saúde geral do idoso [texto na Internet] [citado 2010 Jun 14]. Disponível em: .

Ribeiro, Arthur Filipe Leal; Leal, Márcia Carréra Campos; Marques, Ana Paula de Oliveira. Importance of geriatric dentistry to elderly nutrition. RGO, Rev. gaúcha odontol. (Online), Porto Alegre, v. 60, n. 2, jun. 2012. Disponível em . Acessado em 31 maio 2015.

Touger-Decker R. A avaliação clínica e laboratorial do estado nutricional na prática odontológica. Dent Clin N Am. 2003; 47 (2): 259-78.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Revista da Associação Brasileira de Nutrição - RASBRAN